terça-feira, 12 de maio de 2009

Símbolos Sagrados ( 7º ano )


Trabalhar com esse tema é muito legal. Segue um roteiro de atividades em torno desse tema. Todo conteúdo em Ensino Religioso, isso eu aprendi no curso de Capacitação que eu fiz, sob a coordenação da professora Zélia, representante de Campina Grande junto à comissão estadual de Ensino Religioso, deve iniciar partindo do dia-a-dia do educando.
*Pede-se para que pesquisem no dicionário o significado da palavra símbolo
*Faz um levantamento de alguns símbolos comuns, no dia-a-dia dos alunos, sem diferenciar simbolo religioso de outros simbolos.Pede-se para que eles desenhem diferentes símbolos (ex: escudo de time, bandeiras, logo-marcas,etc)
*Faz-se a socialização. Espontaneamente, cada um mostra o que desenhou e explica o significado do desenho.
*A professora conduz a aula mostrando a diferença de um símbolo sagrado para um símbolo comum: Qual a diferença? Qual a importância dos símbolos para as religiões? Pra que servem?
*É importante ter um pequeno texto sobre esse assunto para fixar o conteúdo e aplicar atividades.
* Pede-se aos alunos que pesquisem diferentes símbolos com seus significados em diferentes religiões.
* Socialização da pesquisa.
* Exposição dos principais símbolos sagrados nas principais religiões. (pode ser em retroprojetor, cartaz , algum recurso visual que facilite a compreensão)
* Enfase à questão do valor do símbolo em um contexto cultural e à necessidade de respeitar os símbolos de outras religiões. Falar da Profanação e Sacralização dos símbolos.
*Atividade escrita para relacionar símbolos à religião e alguns questionamentos.
* Concluir com o bingo dos símbolos sagrados e a criação de uma símbolo para a turma ou para si mesmo.
Trabalhei dessa maneira e fiquei satisfeita com o resultado. Relato a experiência para ajudar meus colegas de alguma maneira. Pra fazer melhor ou pra não fazer..rsrs!
Um abraço!!

3 comentários:

uziel santos disse...

ACHEI MUITO BOM... CONTUDO DEVIDO A MINHA VONTADE EM ABSORVER MAIS DO ASSUNTO ACHEI MUITO RESUMIDO. SOU ESTUDANTE DE TEOLOGIA E TENHO INTERESSE EM ME TORNAR UM PROFESSOR DE RELIGIÃO, SERÁ QUE VC PODERIA ME DÁ UMAS DICAS, ESTOU NO 5º SEMESTRE. FICAREI MUITO GRATO SE MANTIVESSEMOS CONTATO.
UZIEL MIRANDA, SALVADOR - BAHIA

Alessandra disse...

Gostei muito, esse está sendo o meu primeiro ano como professora e preciso aprender muito ainda...
depois de procurar material sobre simbolos e tradições religiosas, o seu foi o que mais gostei...

Escola Joana Emília da Silva disse...

Oi amiga, encontrei hoje seu blog, adorei pode subsidiar muitos educadores de Ensino Religioso e principalmente a nós da 3ª região de ensino. Um grande abraço e continue assim.

A rocha no Caminho (para refletir)


Em tempos bem antigos, um rei colocou uma pedra no meio de uma estrada. Naquele momento ele se escondeu e ficou observando se alguém tiraria a imensa rocha do caminho. Alguns mercadores e homens muito ricos do reino passaram por ali e simplesmente deram a volta pela pedra. Alguns até esbravejaram contra o rei dizendo que ele não mantinha as estradas limpas, mas nenhum deles tentou se quer remover a pedra dali.
De repente, passa um camponês com uma boa carga de vegetais. Ao se aproximar da imensa pedra, ele pôs de lado a sua carga e tentou remover a pedra dali. Após muita força e suor, ele finalmente, com muito jeito, conseguiu mover a pedra para o lado da estrada. Ele voltou a pegar a sua carga de vegetais, mas notou que havia uma bolsa no local onde estava a pedra. Foi até ela e viu que a bolsa continha muitas moedas de ouro, e um bilhete escrito pelo rei que dizia: Todo obstáculo contém uma oportunidade para melhorarmos nossa condição...Pense Nisto... Aquele acontecimento que para você é tão horrível neste momento de sua vida, veio até você para ajudá-lo a crescer! Talvez ele seja a pedra para você ir em busca de algo mais, que pode levar você a uma vida melhor e a conseguir suas realizações!

Diversidade religiosa

Loading...

Para você refletir

A FLOR E O ARROZ

Um sujeito estava colocando flores no túmulo de um parente, quando vê um chinês colocando um prato de arroz na lápide ao lado. Ele se vira para o chinês e pergunta:

- Desculpe, mas o senhor acha mesmo que o defunto virá comer o arroz? E o chinês responde:

- Sim, quando o seu vier
cheirar as flores.

Moral da História: "Respeitar as opções do outro, em qualquer
aspecto, é uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter. As pessoas são diferentes, agem diferente e pensam diferente. Portanto, nunca julgue. Apenas tente compreender